Ananás

Ananas - Nome dado ao fruto desta planta, pelos Guarany, índios do Brasil e Paraguai.

 

Espécies ornamentais

Ananás é uma palavra que todos conhecem. Designa um fruto muito apreciado e consumido mundialmente como alimento.

Do ananás como alimento falaremos em próximas edições.

 

O artigo de hoje pretende dar a conhecer algumas das principais espécies de ananás como planta ornamental.

 

Todas as inflorescências das várias espécies de ananás têm a forma característica de pinha, associada a um sabor doce (maçã – pomme/apple), daí o nome que recebe nas principais línguas ocidentais: francês – pomme de pin , inglês - pineapple e castelhano - piña.

Na verdade, o fruto é sempre comestível, desde que o tamanho e o adequado estado de maturação o permitam.

Normalmente, as folhas são coriáceas longas e, em alguma espécies, espinhosas. Gostam de terra fértil e bem drenada, muita luz e humidade ambiente elevada.

As folhas mais velhas, que fiquem na horizontal, devem ser cortadas para beneficiar o crescimento da planta e a sua estética.

São muito utilizados em arranjos florais, e constituem um excelente exemplo do exotismo associado á resistência.

 

Ananas comosus

Quando falamos em bromélias, pensamos em plantas ornamentais de grande interesse e beleza. O presente artigo é, no entanto, uma excepção. Fala de uma espécie de bromélia que apesar de ser uma planta interessante sob o ponto de vista estético, é especialmente conhecida por ser um alimento. Referimo-nos ao ananas comosus .

 

Dizem as crónicas, que Cristóvão Colombo, na sua 2ª viagem às Caraíbas, em 1493, se deparou em algumas aldeias índias na ilha de Guadalupe, com um fruto de casca abrasiva, semelhante a uma pinha e interior de polpa consistente e doce, como maçã. (piña, pineapple, pomme de pin). Os locais chamavam-lhe anana, que significa em dialecto Guaraní “fruto excelente”, sendo também o termo nana associado a “bom perfume”.

 

Apresentado à corte renascentista, ávida de doces e produtos exóticos, que ilustrassem a expansão marítima, o “fruto excelente” fez grande sucesso e tornou-se numa iguaria de alto custo, apenas acessível ao mais abastados. Alguns nobres fizeram mesmo questão de posar em retratos, junto a ananases…

Este estatuto de raridade manteve-se por cerca de dois séculos. No início do século XVIII, começou a ser produzido em pequena escala em estufas na Europa (Sul e ilhas).

 

Nos dias de hoje, o ananás é um fruto de consumo generalizado em praticamente todo o mundo. É produzido em grandes quantidades nas regiões subtropicais dos continentes africano, asiático e sobretudo americano. Nas nossas casas é difícil produzir um ananás a partir de uma planta que tenhamos num vaso, mas como planta ornamental, é bastante interessante.

 

 

Destaques

Fornecimento de tufos de tillansias, peças únicas, colónias com alguns anos de idade. 

Consulte o ficheiro abaixo para mais informações:

Tufos Mar. 2017.pdf
Adobe Acrobat Document 838.1 KB

Baixámos o preço dos livros “Bromélias” e “Plantas ninho” – Saiba mais na secção “livros”.Saiba mais na secção “Livros”

Opção de aquisição de tillandsias não montadas com desconto de 20%.

Baixámos o valor dos portes de correio em encomendas de 1, 2 ou 3 referências, para 4€.

Encomendas de 4 ou mais referências: portes grátis.

(Portugal Continental)

Folheto de manutenção básica de plantas aéreas – Enviamos grátis por correio (apenas união europeia). Solicite-o através do nosso e-mail ou telefone. 

Contactos

Folleto informativo. Ahora tambien en Castellano, solicita-lo: Contactos

Plantas aéreas fornecidas por Bromélias do Brejo, à venda nos seguintes estabelecimentos:

 - “Pequeno Jardim” – Rua Garrett, Lisboa

- Garden center

"Mia Luzia" - Rua da Ribeira 260 Carreira, Stº.Tirso 

 

 - “Matéria Verde” – Vila Fresca de Azeitão

- Palmeira Brava Av. Alberto Valente, nº 181. Volta da Pedra, Palmela 

- Espaço “Time Out”- Mercado da Ribeira - loja 44, Av. 24 de Julho, Lisboa

- “Flores da Vila”- Palmela

- Orchisrafa Cultivo e venda de Orquídeas raras.

 Visite: www.facebook.com/orchisrafa